Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

TV e Séries

Série “Emily em Paris” é acusada de corrupção no Globo de Ouro; entenda!

serie-“emily-em-paris”-e-acusada-de-corrupcao-no-globo-de-ouro;-entenda!

Segundo jornal norte-americano, responsáveis receberam presentes que resultou na nomeação da série

No dia 3 de fevereiro, o Globo de Ouro anunciou os indicados da 78ª edição do prêmio. Entre eles, a série da Netflix “Emily em Paris” recebeu duas indicações, que para muitos foram uma surpresa. Mas, segundo reportagem do Los Angeles Times, as indicações teriam vindo porque os responsáveis pela nomeação foram influenciados pela produção, que enviou presentes aos responsáveis. 

++LEIA MAIS: Dylan O’Brien é confirmado em filme junto com Zoey Deutch

Segundo a regra da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA), é proibido membros do comitê aceitarem presentes de estúdios ou produtores acima de 152 dólares. Segundo o jornal, mais de 30 membros do HFPA foram até o set de filmagens da série na França. A Paramount Network, estúdio desenvolvedor, pagou a estadia de duas noites no hotel cinco estrelas “Peninsula Paris”, onde as diárias custam cerca de 7.653 reais.

Em nota, a associação respondeu dizendo que “controla vigorosamente suas políticas em torno das vantagens que seu grupo recebe”, e que, “o grupo paga sua própria passagem aérea para viagens no exterior e aplica estritamente sua política em relação a presentes, que foi atualizada no final de 2019”. Enquanto isso, a Netflix e a Paramount Network não se pronunciaram.

++LEIA MAIS: No “Mais Você”, Karol Conká fala sobre suas atitudes no BBB que resultaram em rejeição recorde

A série “Emily em Paris” recebeu nomeações nas categorias “Melhor Série de Comédia ou Musical” e na de “Melhor Atriz de Série de Comédia ou Musical”, com Lily Collins. A indicação que mais indignou foi a primeira, uma vez que o resultado da série não agradou muito a crítica e muito menos os franceses, que acharam “deploráveis” e “embaraçosos” os clichês e estereótipos.