Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

TV e Séries

Lucas Bravo, intérprete de Gabriel, em “Emily em Paris” reage sobre trisal entre personagens da série; confira!

lucas-bravo,-interprete-de-gabriel,-em-“emily-em-paris”-reage-sobre-trisal-entre-personagens-da-serie;-confira!

Ator falou também sobre os estereótipos que a produção explora em relação aos franceses

Lançada nesta sexta-feira, 2, a série “Emily em Paris”, a mais nova produção da plataforma de streaming, já deixou muitos fãs loucos por uma 2ª temporada! E isso porque a história da protagonista de Lily Collins (“Os Instrumentos Mortais e “Simplesmente Acontece”) pela capital francesa é cativante e cômica, além de ter muito romance.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Lily Collins (@lilyjcollins) a

 

+++LEIA MAIS: Jared Padalecki, astro de Supernatural, agradece fãs brasileiros durante live!

A série fez tanto sucesso logo na primeira semana de estreia que atingiu o Top 1 da Netflix, além de repercutir nas redes sociais com especulações de fãs sobre a formação um trisal entre a protagonista Emily (Collins) e sua amiga Camille (Camille Razat) e seu namorado, Gabriel (Lucas Bravo).

 

 

Em entrevista à revista Vulture, Lucas reagiu sobre a ideia de um possível trisal entre os personagens.

Estou feliz que tenham percebido isso, porque era intencional e definitivamente jogamos dessa forma. Quando estou no terraço do café e dou um like na foto em que as duas estão na cama, ou quando Emily e Camille se beijam na boca e ficam tipo ‘Sinto muito’ e ‘Eu não!’ – há pequenos indícios de que estamos em Paris e tudo pode acontecer”, confessou o ator.

+++LEIA MAIS: Após renovar a quarta temporada, Netflix cancela série GLOW: “Sentiremos falta”

O intérprete de Gabriel ainda comentou sobre os estereótipos que a produção explora em relação aos franceses.

Quando começamos a filmar, eu queria saber se teríamos um retrato justo. Eu não queria que Paris fosse muito americanizada. Descobri que as piadas eram bem objetivas, quando havia algo que estava um pouco longe da realidade, fazíamos parte da discussão e dizíamos: “Não fazemos isso aqui”. Mas me encontrei, muitas vezes, nessas situações, como fumar depois da academia. Quando seus pulmões estão abertos e você está pronto para receber ar fresco, os parisienses adoram fumar”, disse.

 

E vocês, o que acham desse triângulo amoroso?