Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

TV e Séries

Lily Collins anuncia fim das gravações da segunda temporada de “Emily In Paris”

A sequência tem previsão de estreia para o primeiro semestre de 2022!

Lily Collins anuncia fim das gravações da segunda temporada de "Emily In Paris"
Lily Collins anuncia fim das gravações da segunda temporada de "Emily In Paris" (Reprodução/Netflix)

Segundo post da própria Lily Collins, as gravações na França da segunda temporada de “Emily In Paris” chegaram ao fim, e com toda a certeza ela está muito emocionada.

As gravações da sequência da série começaram em maio, depois de um vídeo postado nas redes sociais da Netflix. A história acompanha a jovem Emily Cooper (Lily Collins), que é uma jovem executiva de marketing que se muda de Chicago para Paris, após receber uma proposta de trabalho inesperada. Com isso, Emily traz uma “visão norte-americana” para a filial francesa. Mas, não são todos que gostam da vinda da jovem. Além disso, é lógico que tem muito romance também!

Aliás, já temos três novos personagens confirmados na continuação da série! Lucien Laviscount, como Alfie, que entra para o elenco e será o novo affair de Emily. Arnaud Binard dono, bem charmoso, de uma boate em Saint Tropez. Gregory Elliott Dupree (Jeremy O. Harris), um icônico designer de moda e ex-protegido de Pierre Cadault.

“Último dia no set e eu não consigo imaginar envolver uma nota mais perfeita com a minha parceira no crime de @emilyinparis. Não estou chorando, você está…”, escreveu na legenda da publicação em que ela parece sentada no colo de Ashley Park, que interpreta Mindy Chen, melhor amiga de Emily.

Sem atrasos nas gravações, a previsão da estreia da segunda temporada de “Emily In Paris” é para o primeiro semestre de 2022. Chega logo 2022!

O que podemos esperar da segunda temporada de “Emily In Paris”?

A atriz Camille Razat, responsável pela personagem que leva o mesmo nome Camille, deu um entrevista e contou um pouco sobre a segunda temporada.

“Vai ser uma montanha-russa. É muito mais complicada. Existem cenas muito mais emocionais. Meu personagem é ainda mais importante. Eu acho que a 2ª temporada, será melhor do que a 1ª, na verdade”. Revelou a atriz.

Por fim, a atriz finalizou falando sobre as dificuldades de gravar a segunda temporada de “Emily In Paris” durante a pandemia da covid-19, definou como “estranha” e acrescentou que houve maiores desafios por ser uma produção americana e francesa:

“Somos uma coprodução, francesa e americana, por isso temos que obedecer a ambos os governos no que diz respeito à COVID. É muito rígido, mas é bom. Quero dizer, obviamente, tivemos’ muita sorte de poder gravar. Mesmo que haja tantas restrições, ainda tivemos muita sorte.”