Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Na Real

Saiba quais são as alterações menstruais que a Covid-19 pode causar

A Dra. Erica Mantelli comentou sobre os fatores que podem estar ligados à doença e interferem na menstruação

saiba quais sao as aletraçoes menstruais que a covid-19 pode causar
Saiba quais são as alterações menstruais que a Covid-19 pode causar (Freepik)

Muitas mulheres, que foram contaminadas pelo vírus da Covid-19, já relataram preocupações referentes a alterações do ciclo menstrual. Aliás, entre os frequentes, muitas pacientes se queixaram sobre a irregularidade e até diminuição ou aumento do fluxo. Por isso, é importante saber quais as alterações menstruais que a Covid-19 pode causar.

Primeiramente, a ginecologista Dra. Erica Mantelli, comenta que, mesmo não havendo ainda qualquer evidência científica que comprove estas alterações, é bem possível que vários fatores ligados à doença podem interferir na menstruação.  

“O estresse que a infecção traz é um dos fatores preponderantes para a mudança no padrão de secreção hormonal (dopamina, cortisol, adrenalina). Além disso, tanto o estímulo imunológico, quanto um possível transtorno de coagulação, que muitas pessoas apresentam na Covid, podem aumentar ou diminuir o fluxo menstrual”, diz. Ela ainda citou o uso dos medicamentos anticoagulantes nos tratamentos da enfermidade.  

Com relação às vacinas e o ciclo menstrual, a ginecologista comenta que também é cedo para afirmar que elas podem provocar alterações no ciclo, porém há indícios que sim, porém sem qualquer gravidade.

“Nos Estados Unidos já há pesquisas que dão conta da alteração no fluxo menstrual e da irregularidade no ciclo depois de tomadas as vacinas da Jansen e da Pfizer. Mas, ainda os estudos são inconclusivos. O que sabemos é que estas alterações são transitórias e impermanentes e não oferecem risco algum”, finaliza a especialista. 

Por isso, saiba as alterações menstruais que a Covid-19 pode causar:

  • irregularidade e até diminuição ou aumento do fluxo; 
  • estresse; 
  • mudança no padrão hormonal; 
  • transtorno de coagulação;