Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Na Real

Caso Mari Ferrer: Anitta detona radialista após comentário sobre acusação

caso-mari-ferrer:-anitta-detona-radialista-apos-comentario-sobre-acusacao

A cantora usou as redes sociais para se manifestar contra Rodrigo Constantino, da rádio Jovem Pan

Emponderada!

Nesta quarta-feira (4) Anitta se pronunciou em relação a repercussão do comentário de Rodrigo Constantino sobre o caso de Mariana Ferrer durante seu programa na rádio Jovem Pan. A influencer foi abusada sexualmente pelo empresário André Aranha em uma festa em Florianópolis, em 2018.

+++LEIA MAIS: The Weeknd posta foto ao lado de Maluma e internautas apostam em colaboração entre artistas!

Pois bem, Constantino afirmou que, se a mesma situação acontecesse com sua filha, caso ela estivesse sob o efeito de álcool e drogas, ele não denunciaria os envolvidos e sim a deixaria de castigo:

“Se minha filha for estuprada nessas circunstâncias, ela vai ficar de castigo feio. Eu não vou denunciar um cara desse para a polícia”, afirmou Rodrigo Constantino durante a live que viralizou.

“Coitada da sua filha e de você, que nunca vai saber quem são seus filhos de verdade porque nunca que vão compartilhar a vida deles com um ser vivo desse”, disse Anitta em um comentário feito no perfil do Instagram do radialista.

+++LEIA MAIS: Netflix confirma lançamento da segunda temporada de “Sintonia” para 2021

A situação fez com que o radialista fosse demitido da empresa, e em seguida, ele fez o seguinte tweet:

“Vocês venceram uma batalha, parabéns! A pressão foi tão grande sobre a Jovem Pan, distorcendo a minha fala, que não resistiram. Não os culpo. É do jogo. Quem me conhece e quem viu de fato sabe que eu jamais faria apologia ao estupro! Mas desde já estou fora da Jovem Pan”.

Depois, a artista voltou ao perfil de Rodrigo,  ironizando a demissão:

“Então, moço. Rádio é coisa profana. Rádio toca música do mundo, rádio toca Anitta, essa feminista vadia, mocréia, etc… Melhor buscar trabalho num lugar mais decente. O senhor é um ser de nível mais elevado, vai achar rápido”.

Além disso, na manha desta quinta-feira (5), a Record TV soltou um comunicado para a imprnesa, dizendo que também desligou Rodrigo Constantino da emissora:

“O Grupo Record vem a público informar que dispensou o jornalista Rodrigo Constantino de suas funções no portal R7 e na Record News. A decisão foi tomada em virtude das posições que o profissional assumiu publicamente sobre violência contra a mulher, em canais que não têm nenhuma vinculação com nossas plataformas. O jornalismo dos veículos do Grupo Record tem acompanhado com muita atenção o caso de Mariana Ferrer e o Grupo não poderia, neste momento, deixar qualquer dúvida de que justiça não se faz responsabilizando ou acusando aqueles que foram vítimas de um crime. Apesar de ter garantias de liberdade editorial e de opinião, julgamos que o posicionamento adotado por Constantino não compactuou com o nosso princípio de não aceitar nenhum tipo de agressão, violência, abuso, discriminação por questões de gênero, raça, religião ou condição econômica.

Este é o compromisso do jornalismo do Grupo Record”.