Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Na Real

Não entrou no BBB? 5 dicas para quem quer bombar nas redes sociais

Aline Bak compartilha táticas infalíveis para quem busca ascensão no mundo digital

Não entrou no BBB? Confira estas 5 dicas!
Não entrou no BBB? Confira estas 5 dicas para bombar suas redes! (Divulgação/Globo)

A participação no BBB vai muito além do dia a dia no confinamento. Isso porque, cada vez mais, o trabalho dos competidores do programa no ambiente digital está sendo peça crucial no jogo.

“Afinal, as mídias sociais dos participantes da ‘casa’ seguem a todo vapor a partir do momento em que entram no programa e, inclusive, são fundamentais para gerar contratos de publicidade e alavancar carreiras durante o tempo de reclusão e, principalmente, após a saída do jogo”, diz Aline Bak, especialista em internet e redes sociais.

Nesse sentido, os participantes do BBB têm consciência da importância de seus perfis digitais e, assim, lançam mão de algumas estratégias para que conquistem maior destaque e relevância na web. Ficou curioso? Aline revela, a seguir, os segredos que estão por trás das redes de sucesso dos brothers:

Adote uma postura autêntica

O posicionamento nas redes está relacionado a como você deseja que sua imagem seja percebida aos olhos do público, e poderá agregar bastante para o seu perfil. Quando realizado de modo eficaz, vai trazer diferenciação. Nesse sentido, a postura evidenciará seus valores pessoais. E isso vale para todo conteúdo que é publicado e compartilhado. “Acima de tudo, seja para fins pessoais ou de negócios, preze pelo genuíno, pelo original. Este é o melhor posicionamento que alguém pode ter quando pensamos nas redes”, diz a especialista. “Ser autêntico vai gerar conexões, visibilidade e garantir um alcance maior para seu perfil”.

Cuide do conteúdo para criar conexões

As redes sociais não dizem respeito somente a consumidores ou clientes. Muito antes disso, elas são sobre pessoas. “Ouvir, engajar e criar conexões reais, na linha do marketing Human to Human, é crucial”, diz Aline. “Além disso, reunir grupos por afinidade é um dos grandes trunfos do ambiente digital, já que este promove conexões com pessoas que pensam da mesma forma que você”.

E, para isso, o segredo está na criação de conteúdos realmente valiosos e humanizados, que contem histórias, transmitam emoções e entreguem valores. Vale lembrar que, nas redes sociais, os seguidores procuram ajuda e inspirações, a todo instante. É importante destacar, ainda, que muitos brothers contam com uma equipe de produtores de conteúdo digital, que são especializados no desenvolvimento de postagens de valor para redes sociais.

Use emojis

Quando pensamos nestes ícones, associamos com algo divertido, criativo e envolvente. Para começar, seus significados são entendidos da mesma maneira em todo o mundo, ou seja, eles têm linguagem universal e, portanto, forte apelo com o público.“Todos os brothers adotam o uso de emojis em suas redes”, diz Aline.

“Isso é importante para promover uma conexão forte com a audiência e, inclusive, o uso deste recurso ajuda a aumentar a taxa de engajamento, existem pesquisas que provam isso”.

Invista na identidade visual

As interações nas redes sociais têm natureza imediatista, o que significa que capturar a atenção das pessoas rapidamente é mais importante do que nunca e uma das melhores maneiras de fazer isso é, justamente, criando um visual com o qual seu público se identifica. “Basicamente, esse visual deve ser criado a partir da escolha de cores, formas, fontes e estilos de imagem específicos, que se adequem ao seu estilo e, claro, ao seu público-alvo”, diz a especialista. “Uma identidade forte faz com que as pessoas tenham mais confiança em você”.

Promova engajamento

Não basta ter um grande número de seguidores nas redes sociais. O desafio é fazer com que a coletividade esteja verdadeiramente engajada. “Para isso, é preciso ter envolvimento com o público, respondendo aos comentários e mensagens enviadas. E é preciso fazer postagens com propósito e, também, interagir por meio dos stories, por exemplo, que têm se tornado bastante eficientes”, indica Aline. “Ao formar uma comunidade, você terá um grupo de pessoas dedicadas e leais, com potencial para compartilhar seu conteúdo e comprar suas ideias”.