Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Na Real

Alergia a absorvente é mais comum do que se imagina; conheça alternativas para o produto

Coletores menstruais, absorventes de pano e calcinhas absorventes são algumas das opções

Alergia a absorvente é mais comum do que se imagina;
Alergia a absorvente é mais comum do que se imagina (Foto: Divulgação)

A menstruação é um processo natural do corpo e cada garota vive esse período de uma maneira única, não é mesmo? Porém, existem mulheres que sentem incômodos que vão além da simples cólica. Algumas delas precisam encarar um sofrimento ainda maior todo mês: uma alergia ao absorvente descartável. E é aí que entra o problema.

A dermatite de contato é a causa da alergia ao absorvente, que geralmente é ligada ao atrito entre a pele e substâncias do absorvente que podem causar irritação na vulva e na virilha.

O material do absorvente pode sim ser um causador de alergias. Além de todos os componentes químicos dos absorventes, é também comum que contenham perfumes inibidores de odor, por exemplo, para esconder o cheiro do sangue”, explica Mariana Betioli, obstetriz e fundadora da marca de coletores menstruais Inciclo

Mas o cheiro aparece porque o sangue entra em contato com ar e com o absorvente, e, assim, começa a entrar em decomposição. Além disso, o absorvente possui camadas plásticas que não permitem a passagem de ar. E isso cria um ambiente úmido e quente”, afirma ela.

E completa: “Assim, surge uma proliferação excessiva de fungos e bactérias, o pH da vagina é alterado. Esse fator aumenta ainda mais o odor e o risco de infecção, em um círculo vicioso.” 

Outros problemas

Alguns dos sintomas mais comuns dessa alergia são coceira, vermelhidão e ardência. Em casos mais graves, é possível até mesmo desenvolver infecções. A especialista ainda alerta para a importância de checar isso o quanto antes. “Apesar de ocorrer com muita frequência, é um problema sério .” 

Em casos de alergia, Mariana sugere dicas importantes. “É essencial descontinuar o uso do absorvente que está causando a alergia. Além disso, evite roupas muito justas, como calças apertadas, prefira calcinhas de algodão e mantenha a região íntima limpa e seca.” 

Absorvendo novas alternativas

A obstetriz também recomenda outras alternativas para os absorventes descartáveis. “Durante o período menstrual, a mulher deve optar por outras soluções para absorver o sangue que não causem alergia. Opções práticas como o coletor menstrual, disco menstrual, absorventes de pano e calcinhas absorventes são viáveis para promover a saúde feminina”, orienta. 

O coletor menstrual é um copinho de uso interno feito de silicone hipoalergênico. Por ser feito de um material inerte, o coletor não funciona como um meio de cultura para bactérias, como podem ser os absorventes internos. Ele também não irrita a pele como os externos. A mesma coisa vale para os discos menstruais”, acrescenta. 

Os absorventes e calcinhas reutilizáveis que têm tratamento antimicrobiano também são ótimos. Eles apresentam a capacidade de absorver a menstruação e secar rapidamente, evitando reações alérgicas.”

E aí, bora testar essas alternativas ecológicas? O que acharam?