Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Na Real

15 filmes, séries e livros para quem ainda não superou o fim das Olimpíadas

Com saudades de Tokyo 2020? Então ,você precisa conferir essa lista de recomendações que Atrevida preparou

Filmes, séries e livros para quem ainda não superou o fim das Olimpíadas
Filmes, séries e livros para quem ainda não superou o fim das Olimpíadas. (Divulgação)

Por Amanda Oestreich

Infelizmente, as Olimpíadas de Verão de 2020 chegaram ao fim, neste domingo, 8. Mas calma! Os Jogos Paraolímpicos estão chegando — e você ainda pode matar essa saudade com vários conteúdos esportivos espalhados por filmes, séries e livro. E aí, o que você acha?

Dessa forma, Atrevida separou 15 títulos para você que ainda não superou o fim desse festival de esportes. Enfim, confira:

Filmes

1. “Soul Surfer: Coragem de Viver”

Em primeiro lugar na nossa lista, temos “Soul Surfer”, que segue a história de Bethany Hamilton. A adolescente é super talentosa no que toca o surfe, mas tudo vira de cabeça para baixo depois que ela acaba perdendo um dos braços em um ataque de tubarão. Surpreendentemente, com o apoio dos pais, Bethany decide voltar para o esporte.

Aliás, vale lembrar que “Soul Surfer” está disponível para assistir no Prime Video.

2. “Tio Drew”

Em seguida, temos “Tio Drew”. Essa comédia lançada em 2018 não só faz você cair na gargalhada, como garante que você veja os seus astros do basquete favorito nas telonas.

Na história, vemos Dax, um fã de basquete que decide coordenador o seu próprio time. Entretanto, depois de tentar classificar sua equipe para um campeonato, ele acaba perdendo o controle da equipe não vê outra saída sem ser formar outro time. Dessa forma, ele contrata Tio Drew, um nome enorme do esporte, que já estava aposentado há anos.

Assim como “Soul Surfer”, “Tio Drew” também está disponível no Prime Video.

3. “A História de Gabby Douglas”

Seguindo, temos a biografia audiovisual da ginasta americana Gabby Douglas. Para quem não conhece, em 2012, Douglas se tornou a primeira ginasta afro-americana a ganhar duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos. Na época, ela consagrou tanto a categoria individual quanto a de equipe. Portanto, o filme leva a gente desde o início da carreira da atleta até o momento de ouro dela.

4. “Eu, Tonya”

Em quarto lugar na nossa lista de produções para os apaixonados pelas Olimpíadas, temos uma em especial para aqueles que já estão contando os dias para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, 2023.

Neste filme baseado em uma história real, acompanhamos a vida da ex-patinadora de Tonya Harding. Nos anos 90, ela se consagrou como campeã do Campeonato de Patinação no Gelo do Reino Unido, além de ter sido vice no campeonato mundial. Entretanto, não foi essa a história que a acompanhou para o estrelato.

Durante as Olimpíadas de 1994, o marido de Tonya e dois criminosos tentaram incapacitar uma das rivais da patinadora, quebrando a perna dela.

“Eu, Tonya” está disponível na Netflix.

5. “Medalha de Bronze”

De acordo com a sinopse da Netflix, “Medalha de Bronze” segue a história de “uma ginasta que ganhou a medalha de bronze nas Olimpíadas, mas que vive presa ao passado”. Entretanto, tudo muda quando ela começa a treinar uma ginasta “novata e talentosa”.

6. “Space Jam 2”

O primeiro filme foi lançado em 1996 com o astro Michael Jordan e portanto, se esperava a sequência desde 2014. Foi neste ano que LeBron James, estrela do Los Angeles Lakers, assinou contrato com a Warner.

Então, o “Novo Legado”, o filho de LeBron, Dom (Cedric Joe), será raptado. Então, para salvar seu filho, a estrela entra no mundo animado da Warner e terá que jogar basquete contra monstros. Sua equipe é formada pelos personagens de “Looney Tunes”, que também eram a equipe de Jordan em 96.

Enquanto isso, a direção ficou com Malcolm D. Lee (“Viagem das Garotas”). Já o novo longa terá a participação de outros personagens da Warner, como o Gigante de Ferro (1999), os Flinstones, a van dos detetives de Scooby-Doo, um dragão de “Game of Thrones”, Zé Colmeia e Catatau, King Kong, e muitos outros!

Séries

7. “Spin Out”

Outra produção para os fãs de patinação de gelo, a série “Spin Out”, da Netflix, segue Ket Baker, “uma patinadora artística que luta para equilibrar amor, família e saúde mental”. Afinal, as coisas ficam tensas quando o plano de ir para as Olimpíadas acaba tomando um rumo inesperado.

Entretanto, por mais que a série seja amada por muitos, a série foi cancelada logo na primeira temporada.

8. “Treinador de Elite”

Uma série original do Disney+, vemos Marvyn Korn, “um treinador de basquete temperamental”, de acordo com a sinopse, que, depois de ser demitido do emprego, se vê obrigado a aceitar uma vaga para treinar o time feminino de uma escola de elite. A princípio, a equipe não se dá nada bem, mas é apenas uma questão de tempo para criar confiança entre si.

9. “The Prince of Tennis”

Inspirado em um mangá — e um anime — homônimo, “The Prince of Tennis” segue a história de Lu Xia, “um craque do tênis dá duro para mandar bem na quadra, na escola e na missão de inspirar outros tenistas da equipe”.

Aliás, o live-action chinês está disponível na Netflix.

10. “Free!”

Começando a nossa lista interna de animes esportivos, temos “Free!”. Na animação japonesa, seguimos um grupo de quatro amigos que são craques da natação e competem juntos desde o 6°. Entretanto, depois de se separarem por anos, eles voltam a se encontrar durante o ensino médio, o que não dá completamente certo, já que novas rivalidades começam entre eles.

11. “Haikyuu!”

Disponível no CrunchyRoll, “Haikyuu!” já é bem famoso entre os fãs de mangá. De acordo com a sinopse da plataforma, acompanhamos a história de “Kageyama, que recebe um convite para participar de um Campo de Treinamento Juvenil. Ao mesmo tempo, Tsukishima é convidado a ir a um campo de treinamento especial para calouros da Prefeitura de Miyagi. Hinata entra em pânico por sentir que está ficando para trás entre os calouros e decide aparecer no campo de treinamento especial da Prefeitura de Miyagi de qualquer jeito.” Ou seja, muito vôlei.

Aliás, o time brasileiro de volêi é incorporado de várias formas no anime. Quem amou?

12. “Yuri On Ice”

Em seguida, na nossa lista de produções para os apaixonados por Olimpíadas, temos outra para os fãs dos Jogos de Inverno. Em “Yuri On Ice”, seguimos a história do patinador japonês Yuri Katsuki que começa a ser treinado pelo seu ídolo, o russo Victor Nikiforov.

Aliás, quer saber de uma curiosidade? Grande parte dos patinadores do anime são baseados em patinadores olímpicos reais, como, por exemplo, Yuzuru Hanyu, que foi uma das principais inspirações para o personagem principal.

Livros

13. “Malibu Renasce” de Taylor Jenkins Reed

Em primeiro lugar na lista de livros, temos “Malibu Renasce”. A história vai acompanhar a história de Nina Riva, que não gosta nada de ser o centro das atenção, mas acaba virando capa de jornal quando termina com o seu namorado, um tenista profissional. É aí que uma grande festa em Malibu entra em cena — e pode mudar tudo na dinâmica da família Riva.

14. “Tokio 2020” de Ane Forcato

Nada melhor do que ler um livro baseado nas próprias Olimpíadas de Tóquio, né? Em “Tokio 2020”, vemos um livro imaginado em um mundo ideal onde os Jogos de 2020 aconteceram sem a presença do coronavírus.

Seguimos a história de Emi Lins, que se vê na oportunidade perfeita para visitar o Japão enquanto assiste esportes, duas de suas paixões. No meio de tanta coisa nova, mas alguns fantasmas do passado, Emi acaba se apaixonando.

15. “Jogos Vorazes” de Suzanne Collins

Por fim, temos um grande conhecido dos amantes de sagas. Sabemos, “Jogos Vorazes” não é nada esportivo, mas definitivamente é competitivo o suficiente para você lembrar das emoções das Olimpíadas. E aí, o que você acha de você reler esse “clássico” da literatura contemporânea?