Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Música

Why Don’t We dá indícios de que venceu batalha judicial contra empresário

Grupo anunciou que deve lançar novas músicas em breve

Why Don't We dá indícios de que venceu batalha judicial contra empresário
Why Don't We dá indícios de que venceu batalha judicial contra empresário. (Getty Images)

Nesta sexta-feira, 17, os fãs do Why Don’t We receberam uma notícia ótima: ao que tudo indica, os meninos venceram o processo contra o antigo empresário. Isto porque, em uma publicação feita no Instagram, os meninos mostraram o print de uma conversa que dizia que eles poderão lançar novas músicas em breve.

Enfim, confira a publicação de comemoração dos meninos do Why Don’t We:

Entenda a situação entre o Why Don’t We e o antigo empresário

No início do mês, a boyband se pronunciou oficialmente sobre a polêmica envolvendo o empresário David Loeffler e as acusações de maus que os integrantes do grupo afirmam ter sofrido.

No depoimento, os integrantes ressaltam a importância de se denunciar esses tipos de casos, e como eles amadureceram depois de toda essa polêmica.

Confira a versão traduzida pelo fandom brasileiro:

Anteriormente, foram divulgados os abusos que Daniel SeaveyJack Avery, Corbyn BessonZachary Herron e Jonah Marais, sofreram durante anos do empresário David Loeffler.

Segundo um artigo da Billboard, os integrantes querem que somente Randy Phillips seja o empresário deles. Randy e David eram colegas, e no momento estão se enfrentando no processo judicial, no qual expõe todos os maus tratos de David com o grupo e mau gerenciamento da empresa de ambos.

Além disso, os cinco membros só assinarão com a Atlantic Records se Randy for o único empresário deles.

Agora, fãs de Why Don’t We querem expor todos os problemas do gerenciamento de David Loeffler e esperam que esta briga judicial tenha uma conclusão positiva e rápida, para que a banda continue com a sua carreira livremente. Por meio da hashtag #FreeWDW é possível ter mais detalhes da atual disputa entre os empresários.