Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Música

Selena Gomez fala sobre seu crescimento como cantora e revela queda eterna por “Who Says”: “Sempre irei cantar”

selena-gomez-fala-sobre-seu-crescimento-como-cantora-e-revela-queda-eterna-por-“who-says”:-“sempre-irei-cantar”

A cantora comentou sobre sua evolução no mundo da música e disse que, mesmo após tanto tempo, “Who Says” continua sendo muito importante

Selena Gomez faz um sucesso e tanto desde o início de sua carreira, mas muito coisa mudou desde então, inclusive o seu gosto pelas próprias músicas. Em entrevista para o site do Grammy Awards, ela relembrou o início de seu sucesso e o seu crescimento como artista.

“Comecei minha carreira muito jovem, então nem sempre é fácil olhar para trás. Eu não estava muito a par do que realmente significava ser uma artista no início. Achei mais divertido do qualquer coisa. Conforme fui crescendo, passei a me importar mais. Comecei a compor e desenvolvi uma apreciação por todo o processo de fazer música. Sei que cresci como artista e, com isso, ganhei confiança no que trago para a mesa”, disse.

+++LEIA MAIS: Confira os bastidores do clipe de “Selfish Love”, o mais novo single de Selena Gomez

Porém, uma de suas músicas mais antigas é extremamente especial para ela e, até hoje, significa muito: “Who Says”, do álbum “When the Sun Goes Down” de 2011: “Tenho uma queda por ‘Who Says’, que gravei quando tinha 16 anos. A mensagem de amar a si mesma e não permitir que alguém o destrua ainda ressoa em mim hoje. Eu sempre irei cantar essa música”, afirmou.

Selena ainda disse como todos esses anos trouxeram um amadurecimento muito grande para sua vida: “Eu diria que aprendi a ser resiliente e a não desistir, mesmo quando o mundo pode parecer incrivelmente obscuro. Como artista, ganhei confiança para estar no controle total”.

+++LEIA MAIS: Será? Nova música de Justin Bieber pode ser sobre Selena Gomez; entenda!

“Com meus dois últimos álbuns, foi empoderador ter minha visão executada – e muito mais com o último, ‘Rare’. Eu não queria muito barulho externo. Eu queria ficar isolada no estúdio com meus co-compositores e produtores e fazer minhas melhores músicas. Acho que conseguimos isso e sei que há ainda mais em mim para me esforçar mais”, comentou.