Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Música

Sam Smith opina sobre divisão de gêneros nas premiações: “Para mim sempre foi sobre unificação, não divisão”

sam-smith-opina-sobre-divisao-de-generos-nas-premiacoes:-“para-mim-sempre-foi-sobre-unificacao,-nao-divisao”

Elx se identifica como uma pessoa de gênero não binário e usou suas redes sociais para criticar, principalmente o BRIT Award

Sam Smith usou suas redes sociais nesta sexta-feira, 12, para desabafar sobre sua opinião em relação às premiações, mais especificamente ao BRIT Award. Como se identifica como uma pessoa de gênero não binário, ou seja, nem homem, nem mulher, criticou a divisão nas entregas dos prêmios.

+++LEIA MAIS: Sam Smith lança “Love Goes”, seu terceiro álbum de estúdio; confira a tracklist e a bonus track!

Por meio de seu Instagram oficial, elx compartilhou uma foto dizendo que, por mais que as premiações de músicas sejam de extrema importância em sua carreira, elx luta por um momento em que as pessoas recebem prêmios sem se diferenciarem, seja por sexo, raça, idade, e o BRIT Award já afirmou que ainda não irá abolir essa diferenciação. Para Sam, trabalhar com música sempre foi com o intuito de unir as pessoas.

“Os prêmios BRIT Awards têm sido uma parte importante da minha carreira, uma das minhas primeiras conquistas foi ganhar o Critics Choice em 2014. Música para mim sempre foi sobre unificação, não divisão. Estou ansiosx por um momento em que as premiações possam refletir a sociedade em que vivemos. Vamos celebrar a todos, independentemente de sexo, raça, idade, habilidade, sexualidade e classe”, escreveu.

+++LEIA MAIS: Zayn Malik explica sua crítica ao Grammy e aponta racismo na premiação

Quem também criticou uma das premiações foi o cantor Zayn, que detonou o Grammy, que acontecerá no próximo domingo, 14. “Fod*-se o Grammy e todos os associados. A menos que você aperte a mão e envie presentes, não há nomeação. No próximo ano, enviarei a vocês uma cesta da padaria”, escreveu Zayn no Twitter. Após o comentário viralizar na internet, ele explicou que seu comentário foi “sobre a necessidade de inclusão e a falta de transparência do processo de indicação e o espaço que cria e permite o favoritismo, racismo e políticas de relacionamento para influenciar o processo de votação”.