Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Música

Pocah defende Anitta e elogia a funkeira: “Valorizem o que é nosso!”

Cantora declara que os brasileiros devem prestar mais atenção à carreira da funkeira

Pocah defende Anitta e elogia a funkeira: "Valorizem o que é nosso!"
Pocah defende Anitta e elogia a funkeira: "Valorizem o que é nosso!" (Foto: Reprodução/Instagram)

Recentemente, Anitta vem se dedicando cada vez mais a sua carreira internacional e a não é que a cantora realizou um feito grande ao emplacar hits no Top 50 do Spotify de 7 países. No entanto, a artista comentou que a mídia nacional não dá a devida atenção à sua carreira nem mesmo às suas novas conquistas. E quem saiu em defesa da voz de “Mon Soleil” foi a cantora e ex-BBB Pocah.

É bizarro como as pessoas valorizam mais uma fofoca, fake news. Ou experimenta cometer um erro para ver o tanto de gente que vai aparecer para falar de você. Anitta no Top 50 de seis países: isso tem que ser valorizado. Ela é nossa, e está ganhando o mundo. Valorizem o que é nosso!”, escreveu ela em seu perfil no Twitter.

Isso que é amizade, né?

Relação de poliamor

Que Anitta sempre foi muito aberta sobre sua vida, isso já sabemos. No entanto, a cantora atualmente vem se abrindo cada vez mais quando o assunto é a sua sexualidade. E em uma coletiva de imprensa recente na República Dominicana, a popstar revelou que já esteve em uma relação de poliamor com dois homens na Espanha.

O que é poliamor? É estar com muitas pessoas? Eu já fiz e foi incrível. É perfeito!”, começou a artista.

E a funkeira ainda falou sobre o empoderamento feminino ao debater sobre esses assuntos, completando: “As mulheres não têm que temer. Ninguém precisa ser assim ou assado. Que não tenham medo de ser como quiserem ser!”

Sobre a bissexualidade

Em junho, a funkeira estampou a capa da revista Gay Times por conta da comemoração do mês do Orgulho LGBTQIA+. E em entrevista ao veículo, a artista se abriu sobre sua bissexualidade e revelou que nunca namorou uma mulher.

Quando se trata de bissexualidade, é meio complicado porque antes de tudo, eu nunca namorei uma mulher. Eu tive relacionamentos com garotas, mas foi muito casual. Nunca namoramos e não foi uma situação de longo prazo“, começou ela.

Então as pessoas às vezes dizem: ‘Oh, então você não é realmente bissexual, você só sai com caras.’ Eu não acho que isso signifique que não sou. Imagine se eu dissesse que sou heterossexual e depois alguém me pegasse beijando uma garota ou ficando com uma garota, eles diriam ‘oh meu Deus, você é tão mentirosa!

Já em relação ao preconceito, contudo, Anitta afirmou que é importante ver outras pessoas assumindo suas próprias sexualidades também, pois isso traz mais representatividade.

Pessoas preconceituosas estão sempre apontando e falando sobre quem nós somos. Por causa desse preconceito, algumas pessoas não têm coragem de falar abertamente sobre quem são. Temem o julgamento, têm medo do que vão dizer. Quando vemos outras pessoas aparecendo e falando ‘sim, essa sou eu’, isso ajuda quem ainda precisa de um pouco de coragem. É bom. Sentem que estão sendo representados e têm mais pessoas com eles. Acho que é muito importante.“

Rainha demais ela, não é mesmo?