Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Música

EXCLUSIVO: Melim reflete sobre “Deixa Vir do Coração” e influência de Djavan

Novo álbum e homenagem ao cantor chegou nesta sexta-feira (11)

Melim reflete sobre "Deixa Vir do Coração" e influência de Djavan
Melim reflete sobre "Deixa Vir do Coração" e influência de Djavan. (Divulgação)

Por Amanda Oestreich

Chegou: a banda Melim lançou, nesta sexta-feira, 11, o seu mais novo projeto musical “Deixa Vir Do Coração”. O álbum traz uma homenagem à carreira de Djavan, um dos maiores e mais importantes nomes da cultura nacional.

Nesse sentido, nós da Atrevida batemos um papo exclusivo com trio, para falar sobre a influência do cantor em suas vidas e a responsabilidade de retrabalhar suas músicas icônicas.

Homenageando Djavan

O diferente de fazer algo para um artista tão genial e tão grande é que a gente tem um cuidado redobrado com as melodias“, apontou Diogo. “Você ouvir o Djavan e cantar com o rádio é uma coisa. Agora, você pegar para regravar as músicas em um trabalho oficial sendo que a gente sabe do alcance que a gente tem, já é outra responsabilidade“, completou, em seguida.

A participação de Djavan no projeto não era certa. A princípio, o álbum seria trabalhado ao lado de Max Viana, seu filho. Entretanto, a oportunidade surgiu e o cantor entrou de cabeça no single “Outono”. “[Djavan] adorou a ideia, e de forma despretensiosa e espontânea ele comentou que gostaria de participar cantando uma faixa com a gente”, revelou Rodrigo.

A notícia foi comemorada. “Quando ele expressou a vontade de cantar com a gente na faixa ‘Outono’ eu quase caí para trás, foi uma felicidade imensa”, conta Gabi.

De acordo com ela, as opiniões do ídolo durante a gravação de “Deixa Vir do Coração” foram essenciais para o projeto andar. “Cada opinião dele tem muita intensidade no trabalho“, afirmou. “Me lembro até de um momento em que o Max falou ‘ei, Gabi. Tem só um momento que essa nota é outra. Você tá fazendo outra nota’. Eu fiquei ‘não, não é possível’ e ele falou ‘papai que disse’. Quando ele falou isso eu me tremi inteira“, brincou a cantora.

Djavan como parte da cultura brasileira

Por fim, o trio Melim comentou que também querem que “Deixa Vir do Coração” sirva como material de educação musical. Ou seja, que as gerações que talvez não tiveram tanto contato com o Djavan tenham a chance de sentir a influência do cantor em nossa cultura.

Gabi aproveitou para comentar sobre a fusão de épocas musicais. “O mais bonito de tudo é ver que de alguma forma podemos ser o canal de conexão para o público mais jovem”, refletiu. “Ser porta voz de composições atemporais de tanta riqueza musical e consistência“, comentou, em seguida.

A nossa voz chega para muita gente, até pessoas que não conhecem muito o trabalho do Djavan e a partir dali vão se identificar, vão começar a ouvir mais“, afirmou Rodrigo. “Sabe lá quantos artistas novos vão se formar ouvindo música de qualidade“, refletiu, em conclusão.

Sobre “Deixa Vir do Coração”

O título foi ideia do produtor musical que assina o álbum, Max Viana (filho do homenageado). A frase foi retirada da música “Se”, coroando e batizando a homenagem ao ídolo dos irmãos Melim.

As faixas que compõem o mais novo projeto são: “Oceano”, “Lilás”, “Se”, “Eu Te Devoro”, “Azul”, “Navio”, “Nem Um Dia”, “Outono”, “Acelerou”, “Cigano”, “Flor de Lis”, “Linha do Equador”, finalizando com “Samurai”.

O grande lançamento chegou hoje, mas o grupo também irá disponibilizar vídeos das faixas em blocos semanais no YouTube. Afinal, quem já está animado?