Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Música

BTS poderá servir o exército em 2022, diz analista; entenda!

Segundo uma análise da Leading Investment & Securities, o grupo deverá fazer serviço militar ainda em 2022

bts podera servir o exercito em 2022
BTS poderá servir o exército em 2022, diz analista (Getty Images)

O BTS é um dos grupos de maior sucesso atualmente, porém, os fãs estão preocupados com uma possível pausa do grupo. Isso porque na Coreia do Sul, país de origem dos meninos, o serviço militar é obrigatório dos 18 aos 28 anos com um período de dois anos. Mas para casos de artistas e esportistas, isso pode ser flexibilizado. Por isso, o BTS ainda deverá servir o exército.

O assunto está sendo muito comentado nas redes sociais. Segundo uma análise feita pela Leading Investment & Securities, o mercado acredita na possibilidade do grupo do BTS servir o exército militar juntos no primeiro semestre de 2022. Como o tempo é de dois anos, o grupo ficaria apenas um ano afastado. Isso porque poderiam ter o apoio de acordos realizados previamente, já que a gravadora e agência de talentos HYBE expandiu muito recentemente.

Porém, quem não precisará deixar o BTS, por enquanto, é Jin— pelo menos por agora. O motivo é devido ao fato de que, em dezembro, A Coreia do Sul mudou sua lei de serviço militar obrigatório. A Military Service Act anunciou que artistas de pop com reconhecimento internacional poderão adiar o alistamento até os 30 anos. A notícia dá, portanto, mais dois anos para Jin e Suga, que têm 28 anos.

“Um artista pop recomendado pelo Ministro da Cultura, Esportes e Turismo para melhorar a imagem da Coreia do Sul tanto dentro do país como no mundo pode ter a permissão de adiar o serviço militar até os 30 anos”, informou o Military Service Act.