Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Fashion

Influenciadora digital Keh Correia comenta os desfiles das principais marcas que pararam o Paris Fashion Week

influenciadora-digital-keh-correia-comenta-os-desfiles-das-principais-marcas-que-pararam-o-paris-fashion-week

A fashionista explicou os principais pontos expressivos que as marcas apresentaram ao público

Na última quarta-feira, 10, terminou a programação outono/inverno do Paris Fashion Week, que este ano apostou em um cronograma totalmente online, por conta da pandemia do coronavírus.

E uma pessoa que não perdeu um desfile foi a blogueira e influenciadora digital Keh Correia, que além de acompanhar todo o evento, trouxe ainda um resumo das principais marcas que passaram por lá.

 

Miu Miu

A Miu Miu aproveitou para mostrar sua paixão pelas montanhas. A Coleção traz consigo o conceito de moda internalizada-externalizada, com a qual todos podemos nos relacionar, já que devido à pandemia estamos no mood “looks domésticos”.

As tendências da marca são os bustiês e corpetes acolchoados; vestidos de cetim de seda, com detalhes mais agressivos como alças pontiagudas; tecidos transparentes com sobreposições mais pesadas, como o tricô.

 

Louis Vuitton

Nicolas Ghesquière, diretor artístico das coleções femininas da marca, transformou o museu do Louvre em uma passarela. Mesclando seus modelos ao cenário cheio de esculturas mitológicas, ao som do ex-duo Daft Punk.

A Louis Vuitton desfilou uma moda extrovertida, e trouxe tendências como um grande mix de estampas, cheias de cores, bordados e brilho; vestidos com cortes retos; mistura de diferentes texturas com o couro e ombreiras balonês.

 

Chanel

Após anos de espetáculos épicos da Chanel no glorioso Grand Palais, Virginie Viard, diretora criativa da marca, sentiu que era o momento certo para um realizar o desfile em um ambiente diferente para mostrar sua coleção divertida da Coco Neige.
 
Viard brincou com o casamento do robusto tweed, com a fragilidade do chiffon em toda sua coleção. Ternos de malhas fluidas, suéteres ao estilo norueguês, peças acolchoadas, barriga à mostra, cores sóbrias, bodies em animal print com transparência, são algumas tendências da marca. 

 

Balmain

O desfile aconteceu em um hangar, no Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, e ao redor de um Air France 777. O filme e a coleção de Rousteing apostaram fortemente na estética de viagens e aviação. 

Pudemos ver jaquetas de aviador de tosquia; sobretudos; macacões de voo; vestidos de paraquedas em seda com strafed de teia; peças metalizadas, douradas, prateadas com brilho; peças infernizadas em tons sóbrios; assimetrias e peças acolchoadas; a predominância da cor verde militar; peças acinturadas carregadas em acessórios dourados; sem falar no estilo “navy”, que também foi visto em várias peças.

 

Um verdadeiro show de estilo, não é mesmo?