Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Cinema

Zendaya, “Uma Noite em Miami” e os esnobados do Oscar 2021

A cerimônia de entrega dos prêmios acontece em 25 de abril

Zendaya não foi indicada ao Oscar 2021
Zendaya não foi indicada ao Oscar 2021 (Crédito: Getty Images)

O mês de abril será agraciado com a cerimônia de entregas do Oscar, a maior premiação para o cinema do mundo. A edição deste ano foi diretamente impactada pela pandemia do novo coronavírus, e foi adiada ainda em 2020, mas está prevista para acontecer no dia 25.

Os indicados para a premiação foram divulgados no início deste mês, e muitas surpresas apareceram. Este, inclusive, será um dos anos mais diversos em toda a história do Oscar. Na categoria de Melhor Filme, por exemplo, três dos oito indicados não são brancos e dois são protagonizados por mulheres.

Ainda, pela primeira vez, a categoria de Melhor Direção será disputada por duas mulheres. São elas Chloé Zhao, indicada por “Nomadland”, e Emerald Fennell, por seu trabalho em “Bela Vingança”. No entanto, assim como em todos os anos, muitas produções foram “esnobadas” pela Academia e não apareceram em nenhuma categoria.

Veja os principais esnobados do Oscar 2021:

Zendaya

A estrela da série Euphoria e queridinha de Hollywood, Zendaya, não caiu nas graças da Academia neste ano. O nome jovem atriz estava entre os cotados para ser indicado na categoria de Melhor Atriz por seu trabalho no filme “Malcolm & Marie”, do diretor Sam Levinson – que também é responsável por “Euphoria”.

O longa da Netflix rendeu uma recepção mais morna da Academia, e acabou não garantindo sua vaga no Oscar. Que pena, né? Mas com certeza a vez dela vai chegar! Por enquanto, você pode assistir ao filme no catálogo do streaming.

Uma noite em Miami

O longa “Uma Noite Em Miami” também foi um dos esnobados nesta edição do Oscar. Ainda, a Academia perdeu a chance de indicar Regina King na categoria de direção. Com isso, a premiação teria uma mulher negra concorrendo pela primeira vez na história.

A estreia de King por trás das câmeras era uma das apostas da temporada, mas o filme acabou sendo lembrado apenas nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante, com a indicação de Leslie Odom Jr., Canção Original e Roteiro Adaptado. 

Bacurau

O filme brasileiro Bacurau, do diretor Kleber Mendonça Filho, também fez falta na lista de indicados para a premiação. A produção teve uma grande recepção da crítica, e chegou a ser elogiada por Barack Obama. A expectativa pela indicação ficou mais forte ainda no início do ano, quando o The New York Times apontou que ele poderia concorrer como Melhor Filme na premiação!

A Voz Suprema do Blues

Apesar de ter sido indicado em categorias importantes, como em Melhor Ator para Chadwick Boseman, Melhor Atriz para Viola Davis, Melhor Figurino, Design de Produção, Maquiagem e Cabelo, o filme “A Voz Suprema do Blues” foi deixado de fora na categoria Melhor Filme. As apostas da crítica especializada era que o longa da Netflix iria buscar uma vitória na principal categoria da noite.

Os Sete de Chicago

O diretor Aaron Sorkin, de “Os Sete de Chicago”, também foi um dos esnobados na premiação. Ele já concorreu quatro vezes em Melhor Roteiro Adaptado no oscar, mas não conseguiu repetir o feito na direção. Apesar de ter sido esquecido nessa categoria, o longa busca a vitória em Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Roteiro Original, Melhor Música Original, Melhor Fotografia e Melhor Edição.