Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Cinema

Will Smith é banido do Oscar por 10 anos após polêmica com Chris Rock

Will Smith é banido do Oscar por 10 anos após polêmica com Chris Rock
Will Smith é banido do Oscar por 10 anos após polêmica com Chris Rock. (Créditos: Getty Images)

Conclusão da polêmica: a Academia declarou, nesta sexta-feira, 8, que Will Smith está banido da cerimônia do Oscar por 10 anos. Dessa forma, até o dia 8 de abril de 2032, o ator de “King Richard” não poderá comparecer a nenhum evento organizado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. A notícia foi dada pelo Deadline.

Até o momento, Will Smith não se pronunciou sobre a produção.

Vale lembrar que essa decisão leva em conta o tapa que o ator deu em Chris Rock durante o evento deste ano, após o comediante fazer uma piada sobre a doença da esposa do astro. Além disso, a Academia declarou que Will Smith se recusou a deixar a cerimônia do Oscar mesmo após pedidos dos organizadores.

Entretanto, a Academia não se pronunciou sobre uma futura punição a Chris Rock.

Documento da Academia revelou que o ator se recusou a deixar o evento após pedidos

Em um comunicado oficial, a organização revelou que o astro de “King Richard” se recusou a deixar o evento após pedidos da Academia.

“O conselho de governadores iniciou um processo disciplinar contra Smith por violações dos padrões de conduta da Academia, que incluem contato físico inadequado, comportamento abusivo ou ameaçador e comprometimento da integridade da Academia”, revela em primeiro lugar o comunicado oficial, divulgado pelo The Hollywood Reporter.

“As coisas se desenrolaram de uma maneira que não poderíamos prever. Will Smith foi convidado a deixar a cerimônia e recusou. Também reconhecemos que poderíamos ter lidado com a situação de maneira diferente”, concluiu o comunicado.

Na época, a Academia ainda não havia revelado qual seria a punição de Will Smith, mas as suspeitas eram de que ele poderia ser suspenso ou até mesmo expulso da organização. Posteriormente, a esse comunicado, ele se pronunciou e renunciou de seu cargo na Academia.