Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Cinema

Diretor de “Pantera Negra” fala sobre produção do segundo filme sem Chadwick Boseman

diretor-de-“pantera-negra”-fala-sobre-producao-do-segundo-filme-sem-chadwick-boseman

Ryan Coogler disse que produzir a continuação semo ator foi uma das coisas mais difíceis de sua vida profissional

O falecimento de Chadwick Boseman em agosto de 2020 chocou o mundo todo. O ator ficou muito conhecido, principalmente pelo filme “Pantera Negra”, que ganhará uma continuação em 2022. Claro que fazer mais uma produção sem o ator não vai ser nada fácil e o diretor do filme falou sobre isso.

+++LEIA MAIS: “Pantera Negra”: Disney+ desenvolverá série baseada no universo de Wakanda; saiba mais!

O segundo filme fará uma homenagem ao ator, mas a produção não pretende escalar outro ator para ocupar o lugar de Boseman. Em entrevista ao podcast Unbothered de Jemele Hill, o diretor Ryan Coogler disse que é difícil imaginar a continuação sem a estrela principal do filme.

“Essa é uma das coisas mais profundas que eu já passei na minha vida, ter que fazer parte da continuidade deste projeto sem essa pessoa em particular. Que era como a cola que nos mantinha unidos”, disse.

Como a vida pessoal e profissional acabam se encontrando de alguma forma, Coogler disse que agora está tentando equilibrá-las de alguma maneira para que consiga produzir o “Pantera Negra 2”, por mais que seja muito difícil.

+++LEIA MAIS: Sequência de “Pantera Negra” tem data de filmagens divulgada; saiba mais!

“Dito isso, você tem uma vida pessoal, você tem uma vida profissional, você tem uma vida privada. Quando você trabalha em algo que você ama, essas coisas se misturam, elas se encaixam, certo? Sua vida meio que se torna seu trabalho na maior parte dela. Então, estou tentando encontrar um equilíbrio entre vida pessoal e profissional, então estou trabalhando na construção de duas coisas que podem se sustentar sozinhas. Eu não estou lá ainda. Mas, sem dúvida, a coisa mais difícil que já tive de fazer na minha vida profissional”, disse.