Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Cinema

De Marie Curie a Angela Davis: filmes e séries para assistir no Dia Internacional da Mulher

de-marie-curie-a-angela-davis:-filmes-e-series-para-assistir-no-dia-internacional-da-mulher

Seleção conta com filmes que enaltecem grandes nomes do mundo da música e da ciência

O Dia Internacional da Mulher, que ocorre na próxima segunda-feira, 8,  já está se aproximando e nada melhor do que passar essa data tão especial e importante do que descobrindo e homenageando histórias e lutas de mulheres incríveis, além da força e o pioneirismo de grandes nomes do universo artístico e do movimento feminista, não é mesmo?

E pensando nisso, o Canal Curta! e o Curta!On — o novo clube de documentários do Curta!, disponível no NOW da Claro/NET — se juntam às comemorações pelo com uma programação para lá de especial! 

No Curta!, no dia 8 de março, a partir das 18h, serão exibidos episódios de séries dedicadas a elas e suas lutas: “Estados da Arte — episódio Feminismo”,  “No Caminho do Bem — episódio O Feminino nas Religiões”; “Cale-se — episódio A Voz Feminina”, e  “As Canções da Minha Vida — episódio Teresa Cristina”. Fechando o dia, é a vez dos documentários “Clementina” — sobre a sambista Clementina de Jesus — e “My Name Is Now, Elza Soares”, sobre a carioca, eleita pela rádio londrina BBC, em 1999, como a cantora brasileira do milênio. 

 

Confira alguns destaques da programação especial do Curta!:
 

Segunda-Feira – 08/03

20h30 – “As Canções da Minha Vida” (Série) – Ep: “Teresa Cristina”

“As Canções da Minha Vida” é um grande painel da música brasileira, mostrando quais as músicas que influenciaram artistas importantes. Neste episódio, Teresa Cristina apresenta sua interpretação de “Minha História”. Ela segue falando da sua relação com a música e ilustra o papo com a versão de “Travessia”, famosa na voz de Milton Nascimento

Direção: Marcus Fernando
Duração: 26 min
Classificação: Livre 
Horários alternativos: 09 de março, terça-feira, às 0h30 e às 14h30; 10 de março, quarta-feira, às 08h30; 13 de março, sábado, às 19h10; 14 de março, domingo, às 10h15.

 
 

21h – “My Name is Now, Elza Soares” (Documentário)

Um filme com a cantora Elza Soares, ícone da música brasileira, numa saga que ultrapassa o tempo, espaço, perdas e sucessos. Elza e seu espelho, cara a cara, nua e crua, ao mesmo tempo frágil e forte, real e sobrenatural, uma fênix, que com a força da natureza transcende e canta gloriosamente. 

Direção: Elizabete Martins Campos 
Duração: 71 min
Classificação: 12 anos
Horários alternativos: 09 de março, terça-feira, às 1h e às 15h; 10 de março, quarta-feira, às 09h; 13 de março, sábado, às 22h30; 15 de março, domingo, às 0h45.

 
22h30 – “Clementina” (Documentário)
O documentário faz uma viagem através das músicas e da história de Clementina de Jesus. Os sambas mais poéticos, o batuque cheio de balanço e os cantos religiosos vão nos levando para o profundo mundo de Quelé. Marcada na história da MPB pela sua voz excepcional e repertório de música afro-brasileira, essa neta de escravos trouxe com o seu canto a alegria, a potência e o drama da condição do negro no Brasil. Considerada por muitos o elo perdido entre a cultura brasileira e as raízes africanas. 

Direção: Ana Rieper  
Duração: 75 min
Classificação: Livre
Horários alternativos: 09 de março, terça-feira, às 2h30 e às 16h35; 10 de março, quarta-feira, às 10h30; 13 de março, sábado, às 13h05; 14 de março, domingo, às 20h05.

 

Confira alguns destaques da programação especial do Curta!On:     

“Marie Curie, Além do Mito” (Documentário)

A física polonesa Marie Skłodowska Curie foi um dos maiores nomes da ciência, sendo sobretudo pioneira entre as mulheres cientistas. Este documentário acompanha a sua vida, desde o nascimento, na Varsóvia de 1867, até a sua morte — por anemia aplástica, uma doença geralmente causada por exposição à radiação. Entre as suas conquistas estão a descoberta da radioatividade e os elementos químicos polônio e rádio, o que lhe rendeu dois prêmios Nobel — um de Física, em 1903, e outro de Química, em 1911. Ela foi a primeira mulher a ganhar esse prêmio, e, até hoje, é a única pessoa condecorada com o Nobel em dois campos distintos da ciência. Por trás dessa lenda da ciência, estava uma pessoa discreta, que precisou vencer barreiras em uma sociedade em que mulheres eram predestinadas a serem donas de casa. 

Direção: Michel Vuillermet  
Duração: 52 min
Classificação: 10 anos

 

 

“Cleo” (Documentário)

Cleonice Berardinelli é uma das maiores intelectuais brasileiras. Imortal da Academia Brasileira de Letras, ela foi a primeira brasileira a escrever uma tese sobre Fernando Pessoa e é uma das principais referências no estudo das obras desse autor, de Luís de Camões e de Gil Vicente. Dona Cleo, como gosta de ser chamada, deu aula de Literatura Portuguesa por mais de meio século, inclusive a alunos ilustres como Zuenir Ventura e Ana Maria Machado, hoje também imortais da ABL. A sua energia vital parece inesgotável, e, aos 103 anos, Dona Cleo ainda nos presenteia com poemas recitados de cor. 

Direção: Guilherme Begué 
Duração: 57 min
Classificação: Livre
 

“Libertem Angela Davis” (Documentário)

O documentário retrata a vida de Angela Davis, uma jovem professora universitária nascida no Alabama e conhecida pelo seu interesse na defesa dos direitos humanos. Ao ficar do lado de três prisioneiros negros nos anos 1970, ela entra para a lista das dez pessoas mais procuradas do FBI e se torna a mulher mais caçada dos Estados Unidos. 

Direção: Shola Lynch 
Duração: 101 min
Classificação: 12 anos
 

“Mexeu Com Uma, Mexeu Com Todas” (Documentário)

“Mexeu com uma, mexeu com todas” é um dos gritos de protesto das mulheres que tomaram conta das ruas no Brasil e se organizaram em redes sociais para fazer frente ao machismo e ao conservadorismo. Por meio de depoimentos de mulheres que passaram por situações de violência, o documentário revela que, apesar de conquistas legais, a mulher ainda permanece em situação de vulnerabilidade. Entre outras depoentes, estão Maria da Penha, Joanna Maranhão, Luiza Brunet e Clara Averbuck. 

Direção: Sandra Werneck
Duração: 70 min
Classificação: 12 anos 
 
“O Pessoal é Político” (Documentário)

O documentário “O pessoal é político” retrata a Segunda Onda Feminista no Brasil, com destaque para os anos de 1975 a 1985, período instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a Década Internacional da Mulher. No longa, são evocados fatos e acontecimentos como: a participação das mulheres na luta armada contra o regime militar; a participação brasileira na Primeira Conferência Mundial sobre as Mulheres, na Cidade do México; a publicação dos primeiros periódicos feministas; a militância de mães e esposas no Movimento Feminino pela Anistia; e, por fim, o legado que essas mulheres corajosas e precursoras deixaram para os dias atuais, como a Lei do Divórcio, o novo Código Civil e a reforma da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). 

Direção: Vanessa de Araújo Souza 
Duração: 53 min
Classificação: Livre