Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Cinema

Benedict Cumberbatch opina sobre briga judicial de Scarlett Johansson com a Disney

Ator definiu a ação dos advogados como “triste”

Benedict Cumberbatch opina sobre briga judicial de Scarlett Johansson
Benedict Cumberbatch opina sobre briga judicial de Scarlett Johansson. (Getty Images)

O companheiro de equipe de Scarlett Johansson, Benedict Cumberbatch, comentou sobre o processo judicial da atriz contra a Disney. Em entrevista para o The Hollywood Reporter, nesta quarta-feira, 8, ele deu sua opinião sobre a situação.

“É triste o que está acontecendo entre os advogados”, afirmou, em primeiro lugar. “Apenas a verborragia e as acusações de ‘coloque em um contexto de pandemia global.’ A coisa toda está um pouco bagunçada”, admitiu, em seguida.

Para Benedict Cumberbatch, o processo de Scarlett Johansson trata-se de um caso a parte, já que a indústria ainda está tentando se adaptar ao novo cenário, tentanto descobrir a melhor maneira de pagar os seus artistas. “É um novo paradigma e muito complexo”, relatou. “Esse foi o primeiro desses filmes que teria um lançamento cinematográfico durante a pandemia e ficou parado, parado e parado. É um território muito novo”, afirmou.

Sobre o processo

Segundo o The Wall Street Journal, a estrela de “Viúva Negra” abriu o processo na Suprema Corte de Los Angeles. No processo, a atriz alega que a empresa desrespeitou o contrato e por conta do lançamento simultâneo na plataforma, recebeu menos em relação ao acordo.

Posteriormente, o CEO da Disney, Bob Chapek, falou sobre o processo envolvendo a empresa e a atriz. Ele fez sua declaração durante o encontro de investidores em que a Variety cobriu. 

Bob Chapek descreveu o processo judicial como um caso fora do comum, uma vez que a Disney mudou todos os acordos. Vale lembrar que esses “bônus” são recompensados em relação à bilheteria, o que, segundo o processo de Scarlett, teria dimunuído a quantia, uma vez que não receberia sob a quantia do Prime Access.

Bob Iger e eu, junto com a equipe de distribuição, determinamos que essa era a estratégia certa para nos permitir alcançar o maior público possível”, começou o atual CEO da Disney, citando seu antecessor. “Nós descobrimos maneiras de compensar de forma justa nosso talento para que não importa qual seja o modelo de negócios… Todos se sintam satisfeitos”, continuou Bob Chapek.

Além disso, o Bob declarou que as estratégias de lançamentos são estudos feitos levando em consideração a condição do mercado global – no caso como a pandemia afetou o cinema, e o comportamento do consumidor.