Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Celebridades

Thomas Petrou revela que os irmãos Lopez foram expulsos da Hype House: “Não posso ter isso à minha volta”!

thomas-petrou-revela-que-os-irmaos-lopez-foram-expulsos-da-hype-house:-“nao-posso-ter-isso-a-minha-volta”!

Tiktokers Ondreaz e Tony foram processados no fim de 2020 por abusar de menores de idade

Thomas Petrou divulgou a verdade sobre a saída repentina dos irmãos Ondreaz e Tony Lopez da famosa Hype House, em setembro do ano passado. De acordo com o co-fundador do grupo dos tiktokers, que desabafou para paparazzis em Los Angeles, a dupla de irmãos não decidiu sair da casa para “procurar quartos maiores” — como disseram na época —, mas sim porque foram expulsos por Petrou, por conta de processos jurídicos contra os dois.

Na ação contra Tony Lopez, que veio à tona no início de janeiro, Thomas Petrou e Lil Huddy, chefes da casa, também foram processados por negligência. Por isso, Petrou resolveu esclarecer o seu lado da história, neste domingo (30). 

Eu fui colocado nisso por absolutamente nenhuma razão, naquele processo diz muitas coisas e o que me envolve não é verdade”, desabafou o influencer. “Eu sei quem é a garota que eles estão se referindo, mas eu não tinha ideia que o Tony e essa garota estavam tendo contato depois do dia que ela estava na nossa casa”, explicou Thomas, desmentindo a versão que dizia que ele teria convidado ela para entrar para a Hype House. “O pai dela trabalhou para a gente por um dia e ele a trouxe no trabalho, e foi assim que eles se conheceram. Eu não tinha ideia que eles tinham trocado informações”, acrescentou.

+++LEIA MAIS: TikToker Tony Lopez é acusado de abuso sexual por adolescentes; afirma site

Seis meses depois, quando essas coisas vieram à tona, foi quando pedi para o Tony sair da Hype House”, revelou o co-fundador. “Verdade ou não, eu não poderia arriscar, eu não apoio isso e ninguém aqui [Hype House] apoia”, relatou Petrou. “Eu falei ‘Tony e Ondreaz, eu não posso ter coisas do tipo envolvidas com a nossa marca’, não é o que acreditamos e não apoiamos nenhuma dessas [email protected]#$%, então eu os expulsei”, continuou. “Eu fiz minha parte, não posso ter isso à minha volta”, Thomas comentou.

Relembrando o processo mais recente, envolvendo Tony Lopez, em janeiro, o site americano People revelou que o TikToker teria tentado coagir menores de idade a terem relações sexuais com ele. Além disso, Tony, que tem mais de 22 milhões de seguidores no TikTok, teria pedido para que as duas enviassem fotos explícitas a ele, mesmo sabendo a idade das adolescentes.

De acordo com o processo, o influencer de 21 anos de idade teria se relacionado sexualmente mais de uma vez com uma das vítimas, em janeiro de 2020. Segundo a vítima, ela contou para Lopez que tinha 16 anos, quando na verdade tinha 15. A adolescente também afirmou que Tony teria pedido para que o relacionamento dos dois fosse mantido em segredo.

+++LEIA MAIS: Lil Huddy lança seu primeiro single oficial “21st Century Vampire”; confira!

A outra menor afirmou que conheceu o TikToker em abril de 2020, quando Tomas Petrou a convidou para entrar na Hype House, relato que foi desmentido pelo co-fundador da casa. “Tony Lopez reconheceu inúmeras vezes que C. H. Doe era menor de idade e dizia comumente para ela ‘parar de ter 16 anos’, junto com outras referências ao fato de que ela era menor de idade”, complementou o processo.

Em nota, Tony Lopez negou todas as acusações e afirmou que processo não passa de um jeito de tirar dinheiro dele.

Todas essas alegações não são verdade. Eu nunca mandei nudes para essas mulheres e nunca pedi para que me mandassem fotos, também. E eu certamente não faria sexo com alguém que me disse que é menor de idade”, relatou. “Tudo isso parece um jeito de pegar dinheiro de mim. Eu irei contra isso até o fim. Eu não vou permitir que continuem difamando o meu nome e atacando meu caráter”, finalizou o TikToker.