Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Celebridades

Lauren Jauregui, do Fifth Harmony, se posiciona politicamente e é criticada pelos fãs

lauren-jauregui,-do-fifth-harmony,-se-posiciona-politicamente-e-e-criticada-pelos-fas

A cantora de 24 anos chamou os candidatos à presidência dos Estados Unidos de “incompetentes e desqualificados”

Na última terça-feira (29), Lauren Jauregui, ex-integrante do grupo Fifth Harmony, foi ao Twitter para se manifestar politicamente, afirmando que Joe Biden e Donald Trump, principais candidatos à presidência dos Estados Unidos, são “dois homens completamente incompetentes e desqualificados.”

+++LEIA MAIS: Rihanna, Billie Eilish e outros artistas alertam fãs sobre a importância do voto!

O primeiro debate oficial entre Biden e Trump atraiu muitos espectadores norte-americanos, mas Lauren se recusou a assisti-lo, pois, segundo ela, a política não vai salvar o país.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish, Post Malone e Lil Nas X: Vem ver a lista de indicados do Billboard Music Awards 2020!

“Eu nem estou assistindo. Sei do que se trata. Dois homens completamente incompetentes e desqualificados debatendo sobre quem tem um ego maior”, disse a cantora de 24 anos. “A política não vai salvar este país. Procurem movimentos de base local ou programas de ajuda mútua e COMECEM A TRABALHAR se quiserem ver mudanças.

 

Ao se posicionar, Lauren foi muito criticada nas redes sociais, pois seus seguidores presumiram que ela não votaria nas próximas eleições.

“É uma pena que as pessoas têm grandes plataformas e as usam de forma tão imprudente. Por favor, informe-se. Por favor, vote”, escreveu um usuário do Twitter. “Isso é tão irresponsável e estúpido. OBVIAMENTE estes não são os candidatos que teríamos preferido, mas ainda precisamos votar no menos prejudicial. A política afeta esta nação, acredite ou não. Não seja uma idiota. Vote no Biden”, escreveu outro.

Em resposta, Lauren manteve sua fala e acrescentou: “Para aqueles que não sabem ler, eu literalmente disse que ‘vocês podem votar’ e ‘vocês verão muito conteúdo nos próximos meses, encorajando as pessoas a votarem’, se já não viram o suficiente. No entanto, não é MINHA RESPONSABILIDADE de forma alguma. É sua. Faça o que quiser com isso.”