Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Celebridades

Halsey anuncia nascimento de Ender Ridley Aydin, primeiro filho com Alev Aydin

A cantora postou uma foto muito fofa em seu Instagram, junto com o bebê e o namorado

Halsey anuncia nascimento de Ender Ridley Aydin, primeiro filho com Alev Aydin
Halsey anuncia nascimento de Ender Ridley Aydin, primeiro filho com Alev Aydin (Getty Images)

Que notícia maravilhosa! A Halsey publicou cliques fofíssimos do nascimento do primeiro filho com o roterista Alev Aydin que se chama Ender Ridley Aydin.

Segundo as informações do próprio post da cantora, ela deu à luz dia 14 de julho.“Gratidão. Pelo parto mais raro e eufórico, empoderado por amor”, escreveu a cantora na publicação.

Ainda durante a gravidez, algumas pessoas começaram a questionar se a gravidez de Halsey foi planejada ou não, e ela respondeu.

“Por que é normal especular e julgar sobre fertilidade e concepção? Minha gravidez foi 100% planejada, e eu tentei muito ter esse bebê. Mas eu ficaria tão feliz mesmo se fosse de outra maneira.”

Halsey revelou 2016, para a Rolling Stone que sofreu 3 abortos espontâneos, ou seja, a cantora tinha dificuldades para engravidar e ficou muito feliz ao descobrir que seria mamãe.

Por fim, vale lembrar que vem álbum novo por aí chamado ““If I Can’t Have Love, I Want Power”, disponível em todas as plataformas digitais a partir do dia 27 de agosto.

Trailer do filme

Já estamos em contagem regressiva para o lançamento do novo álbum de Halsey! Aliás, após divulgar a capa tão aguardada, agora a cantora divulgou o trailer do filme que acompanhará o lançamento do álbum “If I Can’t Have Love, I Want Power”. Animados? Porque nós estamos!

Assim, por meio de suas redes sociais, a cantora compartilhou nesta tera-feira, 13, o trailer da produção que estará nos cinemas IMAX. Além disso, o filme, que será lançada junto com seu novo álbum, foi escrito pela Halsey e dirigido por Colin Tilley

O trailer conta com os personagens vestidos com roupas medievais e bem conceitual. “Esse filme é sobre o labirinto social vitalício de sexualidade e nascimento. Os piores horrores, histórias nunca contadas foram sepultadas com os corpos desses que morreram no labirinto”, diz no início do vídeo.