Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Celebridades

Da favela para o mundo! Julia Peixoto se torna um dos principais nomes que falam de beleza na web: “Podemos chegar longe”

A influenciadora comemorou a consolidação como uma dos maiores nomes nesse meio

julia peixoto se consolida como um dos principais nomes que falam de beleza na internet
Julia Peixoto se consolida como um dos principais nomes que falam de beleza na internet (Reprodução/ Instagram)

A influenciadora Julia Peixoto, da comunidade Parada de Lucas, no Rio de Janeiro, começou a produzir conteúdos para a internet em 2015. Em pouco tempo, seus vídeos de automaquiagem, dicas caseiras e truques de beleza a transformaram em uma empreendedora promissora. Além disso, já acumula números impressionantes (são mais de 1.5 milhões de seguidores no Instagram e 500 mil inscritos no Youtube). Hoje Julia Peixoto é um dos principais nomes nesse meio.

Agora, Julia está prestes a lançar sua própria linha de maquiagem, em parceria com uma empresa de cosméticos consolidada. Mas ela garante nunca perder o que a fez chegar até aqui: seu carisma e jeito único de ser.

“Tudo começou de maneira despretensiosa. Acho que as pessoas gostaram dos meus vídeos exatamente pela minha maneira de ser, minha espontaneidade. Pretendo nunca abandonar a minha essência, minhas raízes”, analisa Júlia, que completa: “Até na linha de maquiagem o pessoal vai poder ver um pouco de mim”.

Da favela para o mundo

Sucesso incrível com seu trabalho nas redes sociais, a jovem, de apenas 21 anos, carrega o bordão ‘da favela pro mundo’. Além disso, Julia Peixoto como um dos principais nomes de beleza na web, acredita que seu dever como influenciadora é, também, ajudar a mudar a perspectiva da sociedade em relação às comunidades.

“Ter nomes como da Anitta, Ludmilla e tantas outras no topo, levantando e enaltecendo a favela, é extremamente necessário. O mundo precisa entender que as pessoas da periferia têm o direito de crescer. De certa forma, nós que temos mais influência e voz temos obrigação de levantar essa bandeira tão importante, lutar contra esse preconceito enraizado que as pessoas têm com quem vem de comunidade. Ter pessoas que vieram de comunidades no topo também serve para mostrar que, mesmo com menos oportunidades, podemos chegar longe. Nunca poderão nos invisibilizar”, explica a influencer.