Fale conosco

O que vc está procurando?

Revista Atrevida

Celebridades

Coreia do Sul altera lei para adiar serviço militar de integrantes do BTS

coreia-do-sul-altera-lei-para-adiar-servico-militar-de-integrantes-do-bts

Ídolos do K-pop agora poderão adiar o alistamento até os 30 anos de idade

Jin não irá precisar deixar o BTS agora, nem tampouco o grupo precisará entrar em um hiato forçado. A Coreia do Sul anunciou, nesta terça-feira (1º), uma mudança na lei de serviço militar obrigatório que irá beneficiar os membros do grupo de k-pop. As informações foram divulgadas pela ABC News.

A lei original afirmava que todo homem deveria servir pelo menos 20 meses em algum momento entre os 18 e 28 anos. Jin, do BTS, completa 28 anos na próxima sexta-feira, dia 4, o que deixou os fãs do grupo em alerta.

+++LEIA MAIS: Any Gabrielly vence na Justiça e ganha indenização do Twitter após ameaças na rede

No entanto, com a mudança anunciada pelo Military Service Act, artistas de pop com grande reconhecimento internacional poderão adiar o alistamento até os 30 anos. Isso dá para Jin, e também para Suga, que completa 28 em março, mais dois anos.

Um artista pop recomendado pelo Ministro da Cultura, Esportes e Turismo para melhorar a imagem da Coreia do Sul tanto dentro do país como no mundo pode ter a permissão de adiar o serviço militar até os 30 anos”, informou o Military Service Act sobre o novo formato.

Veja a matéria completa em Exitoína, parceiro da Atrevida.