Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Celebridades

Após documentário de Billie Eilish, rapper Q desabafa sobre críticas recebidas de fãs da cantora: “Há vários pontos de vista”!

apos-documentario-de-billie-eilish,-rapper-q-desabafa-sobre-criticas-recebidas-de-fas-da-cantora:-“ha-varios-pontos-de-vista”!

Ex-namorado da estrela sofreu hate nas redes por conta do filme

Após várias críticas feitas pelos fãs de Billie Eilish, Brandon Quention Adams, também conhecido como 7:AMP ou Q, se pronunciou nas redes sobre o documentário “The World’s a Little Blurry”. Em seu story no Instagram, o rapper se abriu sobre o jeito que seu relacionamento com a cantora foi retratado no filme.

Sempre há dois lados de uma situação. As pessoas não percebem que eu tenho lidado com a morte de meu irmão. Especialmente por volta daquela época, quando estava recente“, compartilhou Brandon. “Às vezes você tem que ficar sozinho para lidar com isso. Às vezes as pessoas discordam e não querem as mesmas coisas que você. Cabe a você entender que há vários pontos de vista para uma situação“, continuou.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish fala sobre término de namoro em documentário “The World’s A Little Blurry”: “Eu apenas não estava feliz”

Qualquer um que me conhece sabe onde está meu coração. Fico com um sorriso no rosto, mesmo quando estou sofrendo. Nós empurramos a dor. [Nenhum amor se perde]. Mas eu me recuso a ser criticado“, concluiu Q.

No documentário, Billie também comenta que o término foi feito por conta de divergências entre os dois. “Eu apenas não estava feliz. Eu não queria a mesma coisa que ele e pensei que não seria justo para ele. Eu não acho que você deve estar em um relacionamento super animado com coisas que a outra pessoa não se importa”, disse ela.

+++LEIA MAIS: Uau! Billie Eilish revela em documentário que não sabia quem era Orlando Bloom; confira!

E completou: “Eu não parei de sentir amor por ele. Passei um tempo longe dele e fiquei ‘Eu sinto tanto sua falta porque estou preocupada com você o tempo todo e não quero o que você quer, e você não quer o que eu quero’. Eu não quero consertá-lo. Eu não posso. Eu tentei”.