Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Beleza

Medicamento para acne pode afinar o nariz? Dermatologista desmistifica trend no TikTok

Usuários apontam que o nariz pode ser mudado com pílulas

Medicamento para acne pode afinar nariz?
Medicamento para acne pode afinar nariz?. (Reprodução/Unsplash)

A trend do remédio para acne que afina o nariz começou nas redes sociais, mais especificamente no TikTok. Aliás, alguns usuários recomendaram o medicamento para mudar esteticamente essa parte do rosto, exibindo, inclusive, antes e depois do uso. Mas a pergunta que não quer calar é: é mito ou verdade?

A dermatologista Dra. Ana Carolina Sumam, membro especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, conta que é mito E DOS GRANDES. “Isotretinoína é indicada para casos intensos de acne com riscos de efeitos colaterais graves”, explica, em primeiro lugar. “Isso, de afinar o nariz, não existe. A isotretinoína tem ação sobre as glândulas sebáceas. O nariz é a região do corpo com maior quantidade de glândulas e, em pessoas com a pele com oleosidade muito acima do normal, essas estruturas aumentam de tamanho, o que leva o nariz a ficar mais inchado”, aponta.

De acordo com a Dra. Ana Carolina Sumam, quando a pessoa toma o medicamento, essas glândulas podem ficar menores. “Daí a impressão de que o remédio contra acne afina o nariz, mas, na verdade, trata-se de redução do inchaço. Pessoas que têm o nariz ‘normal’, sem oleosidade excessiva e inchaço, podem tomar o remédio que não vai acontecer nada. Pelo contrário, podem surgir reações adversas, que são bastante ruins para a saúde”, alerta.

Mas, enfim, o que é esse medicamento?

Além disso, a médica ressalta que o remédio é feito apenas para o tratamento da acne, e sua compra necessita de receituário médico específico e controlado. Ela alerta para o risco de uso do medicamento para condições que não constam na bula. Além disso, para o uso do medicamento, é preciso que o paciente esteja sempre em contato com médicos, através de exames rotineiros. Aliás, deve-se considerar os riscos, apesar de raros, de alterações na função do fígado, aumento de triglicérides e colesterol, ressecamento dos lábios, dos olhos e da pele, dor de cabeça e até depressão, que podem ocorrer durante o uso da isotretinoína.

“O principal risco está relacionado a mulheres grávidas. Se a isotretinoína for usada no primeiro trimestre de gravidez, a chance de o bebê ter problemas de má formações graves, como neurológicas e cardíacas, chega a 30%” conclui a Dra. Ana Carolina Sumam.