Fale conosco

O que você está procurando?

Revista Atrevida

Beleza

Cabelo caindo? Saiba 5 fatores que influenciam a queda dos fios

A tricologista Viviane Coutinho aponta fatores que fragilizam a estrutura capilar e provocam queda excessiva dos fios

Cabelo caindo? Saiba fatores que influenciam
Cabelo caindo? Saiba fatores que influenciam. (Reprodução/Unsplash)

Certamente você já teve que lidar com aquela situação chata de perceber que seu cabelo está caindo mais do que o habitual, né? Mas você já foi atrás do motivo?

É fato que a saúde do cabelo começa de dentro para fora. Por isso, quando há alguma mudança nos fios, a explicação pode estar no próprio organismo. É o caso da queda capilar.

É normal e natural perder cerca de 100 fios por dia. No entanto, é importante prestar atenção quando a queda se torna excessiva”, explica a tricologista Viviane Coutinho. “Se ao pentear os cabelos, você percebe que os fios caíram demais, se as madeixas estão mais ralas e se há até mesmo falhas no couro cabeludo, é um sinal de alerta”, afirma.

Nesse sentido, a especialista separou cinco fatores que podem estar por trás do seu cabelo caindo. Veja a seguir:

Falta de higienização

“Não adianta fazer uma escova linda e maravilhosa e ficar uma semana sem lavar os cabelos”, alerta Viviane, em primeiro lugar. “É essencial manter uma rotina de higienização, especialmente quando estamos falando de couro cabeludo, que acumula poeira, resíduo de produtos e muitas outras partículas”, aponta em seguida.

Afinal, a frequência de higienização também tem a ver com o controle de oleosidade da região. A oleosidade em excesso pode causar a proliferação de fungos, gerando uma inflamação ligada à coceira, descamação e queda dos fios. “Nossa cabeça deve estar sempre limpa, assim como a gente higieniza a pele corporal durante o banho”, relata.

Uso desregulado de anabolizantes e hormônios

Em segundo lugar, temos o uso de anabolizantes. Muitas vezes, as pessoas visam apenas o ganho muscular, sem levar em consideração os danos à saúde que esses produtos podem trazer. Afinal, um desses problemas é a perda acentuada dos fios.

Durante o exercício físico, o corpo produz naturalmente a testosterona, que auxilia no ganho muscular. Algumas pessoas, para acelerar este processo, buscam como atalho a utilização dos esteróides e as chamadas ‘bombas’ de academia, que aumentam a quantidade do hormônio no organismo. Mas muitos não sabem que altos índices de testosterona são um dos principais vilões da queda de cabelo”, afirma.

Dietas restritivas sem orientação de nutricionista

Além disso, a tricologista ressalta que muitas dietas restritivas que estão na moda atualmente podem provocar um déficit nutricional que resulta em perda capilar e outros prejuízos para a saúde.

Quando você não tem a orientação de um nutricionista para mudar sua rotina alimentar, sua dieta provavelmente vai cortar proteínas e vitaminas que são fundamentais para o bom funcionamento do corpo. Com essa carência nutricional, os fios ficam mais frágeis e propensos a cair”, descreve.

Quando essa deficiência se transforma em anemia, por exemplo, significa que seu organismo está com falta de ferro. Ele é um mineral que atua no transporte de oxigênio, que é determinante para o crescimento do cabelo”, revela, em conclusão.

Rotina de estresse

Além disso tudo, períodos de estresse também podem fazer o cabelo cair mais do que o normal. “Quando estamos passando por uma sobrecarga emocional, eleva-se o nível de cortisol, conhecido como o ‘hormônio do estresse’. Assim, liberamos muitas células inflamatórias que prejudicam a saúde capilar. Nesse processo, chegam menos nutrientes de qualidade no folículo capilar, causando queda de cabelo”, acrescenta a tricologista.

Inevitavelmente, o estresse agravou ainda mais esse problema por conta da pandemia de coronavírus. “O clima contribui para o aumento de estresse, e, consequentemente, mais casos de queda capilar. Existem pesquisas, inclusive, que mostram que a covid-19 em si também pode ocasionar perda de fios, na forma de eflúvio telógeno ou como alopecia areata”, destaca.

Má qualidade de sono

Por fim, muitas noites seguidas de um sono ruim também podem interromper o ciclo de crescimento do cabelo, o que, por sua vez, leva à queda dos fios.

A má qualidade de sono dificulta muito que o nosso organismo relaxe e descanse, para que a gente encare o dia seguinte de uma forma mais leve e sagaz. Então, quando você dorme mal, o trabalho do organismo fica comprometido”, conta a profissional. “O crescimento saudável do cabelo requer o sono necessário para a renovação e regeneração das células foliculares”, comenta, em conclusão.

E aí, descobriu o motivo do seu cabelo estar caindo?