Celebs / Se Liga / Dossiê Livro Para Dante: descubra tudo sobre o livro nesta entrevista!





Dossiê Livro Para Dante: descubra tudo sobre o livro nesta entrevista!

Para Dante é o primeiro livro de Renata Pacheco, que nesta entrevista exclusiva à Atrevida fala sobre o que acontece quando uma fã se apaixona por seu ídolo e mais que isso: dicas para você conquistar seu próprio ídolo!


Olha só a capa do livro Para Dantem, da Renata Pacheco
Foto: Divulgação 

Texto: Raphaela Maia

O livro Para Dante sequer foi lançado e já é sucesso em todo o Brasil.  Sua autora, Renata Pacheco, conta em entrevista exclusiva à Atrevida o que a motivou escrever Para Dante. Ela fala sobre o que acontece quando alguém se apaixona por seu ídolo e dá até dicas de como conquistar o seu ídolo, para você não fazer feio na frente do Pe Lanza, do Luan Santana, Fiuk, Taylor Lautner, Rob Pattz ou quem quer que seja o gato famoso. Quer ver só como a história da Bia e do Dante pode te ajudar?

Atrevida O que significa Para Dante, para você?

Renata Pacheco Para Dante é como se fosse um filho meu. É algo precioso, que eu cuidei e protegi.

Atrevida Como surgiu a ideia de escrever o livro Para Dante, que conta a sua história?

Renata Pacheco Minha mãe, por e exemplo, achava que o livro era uma loucura. Mas quando coloco algo na cabeça vou e faço, até o fim. Foi por isso que consegui, por exemplo viver um romance com o meu ídolo, o Dante.

Atrevida Como você descobriu que o seu amor por Dante era verdadeiro, e não uma simples admiração de ?

Renata Pacheco Toda fã secretamente tem este desejo. Há pessoas que conseguem conciliar e lidar bem com a posição de ser apenas mais uma fã. Eu o vi a e desde o primeiro momento só conseguia enxergá-lo como namorado, era mais forte que atração, algo espiritual.

Atrevida Para Dante foi uma produção independente. Qual a maior dificuldade em realizar esse trabalho? 

Renata Pacheco O mais difícil foi conseguir dinheiro. Gastei muito, uma grana com a qual poderia fazer milhões de coisas, como viagens etc. Meu pai e minha avó me ajudaram bastante nisso. Especialmente minha avó, porque ela acreditou no sonho. Sou muito grata à ela porque eu ficava muito tempo em casa trabalhando no livro, tranquei a faculdade de moda porque queria ser escritora e tive problemas com a minha família, além de não poder me dedicar a outros trabalhos mais rentáveis, por exemplo. Mesmo assim, ela confiou em mim.


A Renata Pacheco é tão cute que deve ter sido fácil, fácil conquistar seu Dante! :3
Foto: Divulgação 

Atrevida Como você se apaixonou pelo seu ídolo? 

Renata Pacheco Sempre fui muito sozinha. Um dia, vi Dante na TV me apaixonei. No começo, até eu estranhei: me apaixonei por uma pessoa que não sabia meu nome! Minha família achava infantil essa coisa de ídolo e fã, mas mostrei a eles que não era!

Atrevida E sua família, nunca implicou com o fato de você seguir o seu ídolo Brasil afora e ficar atrás de um amor platônico?

Renata Pacheco As pessoas têm preconceito com o amor de fã. Acham que é algo vai passar, que é um amor platônico.  Mas é o amor mais lindo do mundo, porque não é só físico. Só de saber que seu ídolo está bem, por exemplo, já é ótimo, você fica feliz. É um amor eterno: as gerações mudam e seu ídolo vai ser sempre o mesmo, ele estará sempre na mesma posição. Eu mostrei à família que tudo é possível.

Atrevida Quando finalmente decidiu ir atrás de Dante? 

Renata Pacheco Precisava saber como ele era pessoalmente e lhe mostrar o que eu sentia. Então, comecei a trabalhar para ganhar dinheiro e, na época, ele fez um show perto da minha cidade. Já neste primeiro contato, nossas mãos se tocaram no show. Isso só serviu para me dar mais vontade de ir atrás de Dante. Eu sabia qual era o bairro dele, então viajei até o seu Estado e  perguntei para as pessoas que moravam na mesma área se elas sabiam onde ele vivia.

Alguém me indicou qual era o prédio de Dante e, então, conversei por muito tempo com o porteiro, pelo interfone. Tentei convencê-lo a me deixar ver o Dante, mas ele sequer podia me dizer se meu ídolo estava em casa ou não. Resolvi esperar e pensei em desistir. Foi então que visualizei Dante saindo do seu prédio, atravessando a rua em direção a mim. Na hora, não tive reação, fiquei tímida e foi minha tia, que estava comigo, quem me puxou e falou ao Dante: “Olha, ela é muito sua fã, veio de longe só para te ver”. Nesta ocasião, tiramos fotos juntos e tido mais. Ele ficou surpreso com o meu ato, e rolou uma troca de olhares, mesmo com ele de óculos escuros.

Atrevida Como você sabia que ele estava a fim de você de verdade? 

Renata Pacheco Nas primeiras vezes, eu via Dante sozinha. Depois, comecei a levar minha amiga em todos os shows e encontros. Sempre rolava algo no olhar. Ele estava de olho em mim em cada show. Ao mesmo tempo em que achava que ele estava a fim de mim, ficava com o pé atrás, com medo de estar iludida. Mas ele sempre me dava indiretas. Por exemplo, dizia que eu era uma das fãs mais importantes para ele. E quando a gente ficava, ele dizia que não éramos para viver apenas um momento.


Dá pra perceber que o Dante gosta de loiras, né? Quem será o ídolo da Renata?
Foto: Divulgação 

Atrevida Qual foi a coisa mais legal que o Dante fez por você?

Renata Pacheco Sempre que o Dante fazia show em alguma cidade, eu ficava hospedada no mesmo hotel que ele, para facilitar nossos encontros. Um dia, eu estávamos conversando em seu quarto e, quando resolvi ir para o meu, encostei na parede por um instante. Ele ficou me olhando e, então, eu disse “Eu te amo” pela primeira vez – não só para ele, mas pela primeira vez na vida. Então, ele me beijou e, em seguida, tirou uma goiabinha do bolso e falou “Pra ti”.

Encostei na parede e ele ficou me olhando. Ela disse eu te amo pela primeira vez e me beijou. Ele me deu uma goiabinha e falou “pra ti”. Podia não ser nada de valioso, mas ele queria me dar algo para registar o momento, e era o que ele tinha. Guardei a embalagem comigo.

Atrevida Agora, que tal umas dicas para quem quer conquistar seu ídolo?

Renata Pacheco Ler o meu livro! Rsrsrs Ok. Para conquistar seu ídolo, é preciso estar sempre bonita, impecável, cheirosa, e não ser apenas uma fã – nada de usar aquelas faixas, hein? #Not! rs. Seja com moderação e mantenha uma postura de mulher, ao menos na frente dele! Mostre-se amiga, novamente, não apenas uma fã, mas alguém com que ele possa contar. Outra dica é se tornar inesquecível para seu ídolo. Faça-o se lembrar do seu nome. Você pode elaborar um presente único, por exemplo, como eu fiz para o meu Dante.

Atrevida A pergunta que não quer calar: quem é o Dante?

Renata Pacheco Não posso contar!

Atrevida Mas você vai revelar esse mistério algum dia?

Renata Pacheco Não tenho certeza. Mas sinto que meu livro vai virar um filme. Até lá, pretendo já ter entregue uma cópia de Para Dante ao meu ídolo, afinal, o livro é dele!

Atrevida Explica essa história direito: quais são seus planos?

Renata Pacheco Dante está prestes a se casar e meu objetivo é fazer com que o livro Para Dante chegue nas mãos dele. Foi só por isso que o escrevi. Vou tentar contatar a empresária, de alguma forma ele vai receber! Junto ao livro, vou mandar a seguinte mensagem: “Eu não desistiria de você, nem mesmo se você desistisse. Leia o livro e venha ao meu encontro se algo mudar”. Também vou anexar a passagem de avião dele. Se Dante vier ao meu encontro, vou relatar a vocês como foi o encontro em outro livro, prometo!

 



Comentários