Charli D’Amelio desabafa sobre transtorno alimentar: “Alguns dias são piores que outros”

TikTokjer se desculpou por ter compartilhado música com possível gatilho

Publicado segunda 14 setembro, 2020

TikTokjer se desculpou por ter compartilhado música com possível gatilho
Charli D’Amelio nas redes sociais - Reprodução/Instagram

Charli D’Amelio, uma das TikTokers com mais seguidores na plataforma, revelou que sofre de transtorno alimentar. A dançarina de 16 anos também pediu desculpas por ter publicado uma música com potencial gatilho e deixou um recado para os seguidores passando pelo mesmo problema.

“Sempre tentei usar minha voz para falar sobre questões relacionadas à imagem corporal, mas nunca falei sobre minhas próprias lutas com distúrbios alimentares”, publicou no Story do Instagram (via Just Jared Jr.). “É tão desconfortável admitir até mesmo para seus amigos mais próximos e familiares, imagine para o mundo. Tenho medo de compartilhar isso, mas no final das contas, espero que possa ajudar outra pessoa ao falar sobre. Sei que os transtornos alimentares são um problema contra o qual muitas pessoas lutam em segredo”. 

+++ LEIA MAIS: Dixie D'Amelio e Addison Rae brigam em ringue de verdade! Assista ao vídeo

Segundo o site The Independent, a TikToker recebeu críticas após dublar a música “Prom Queen”, de Beach Bunny, em um vídeo na rede social. A letra é cantada do ponto de vista de uma pessoa com muitas inseguranças com o corpo. “Cale a boca, conte suas calorias / Eu nunca fiquei bem em jeans de velha / Queria ser como você, loirinha de olhos azuis, corpo perfeito / Talvez eu deva tentar mais”, diz o primeiro verso. O grupo musical defende a música como uma “crítica aos padrões de beleza”, segundo comentário fixado no clipe da faixa.

“Para qualquer um que eu possa ter ferido por tocar uma música sem perceber que aquela letra poderia ter sido um gatilho, me desculpo profunda e verdadeiramente”, continuou Charli. “Para quem está nessa luta, eu sei que alguns dias são piores do que outros, mas saiba que não está sozinho. Não há problema em pedir ajuda, todos precisamos de ajuda de vez em quando”. 

+++ LEIA MAIS: Dixie D'Amelio lança remix de "Be Happy" com feat de Lil Mosey e Blackbear

A influenciadora digital compartilhou o contato de uma organização especializada em atendimento para pessoas com transtornos alimentares nos Estados Unidos. Segundo a Secretaria de Saúde brasileira, alguns dos profissionais indicados para iniciar o tratamento em caso de suspeita ou diagnóstico de bulimia, anorexia ou outro transtorno de ordem alimentar são psicólogo e nutricionista. 

Último acesso: 19 Sep 2020 - 05:19:20 (1043296).